segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

INAUGURAÇÃO DA QUADRA DO SÃO LUIZ

         Com a presença do prefeito Zé Renato, da Vice Ruthinha, dos vereadores Baianinho, Vicentinho, Elias, além de  representantes da Associação de Moradores e do Colégio Argemiro de Paula Coutinho, a quadra de esportes Dari Alves, nome dado em homenagem a  um morador ilustre do bairro, que a anos atrás foi a pessoa que ensinava futebol para as crianças do bairro.
          A quadra ficará com a escola durante o período das aulas e durante a noite e nos finais de semana com os moradores, que terá a supervisão da associação de moradores.
           Já na semana posterior à inauguração, teremos uma movimentada programação com aulas de volei na terça-feira, futsal na quarta e capoeira na quinta. A presidente Luzinete, informa que está em entendimentos para conseguir uma professora para dar aula de dança, nas segundas-feiras. A escolinha de futsal tem o patrocínio do Volta Redonda F.C. que doou uniformes, coletes e bolas e a intenção é garimpar talentos, para serem levados para fazer testes no clube profissional.
           - Independente de encontrarmos craques no esporte, queremos formar craques para a vida, verdadeiros cidadãos,mas se surgirem alguns bons talentos também ficaremos orgulhosos . Disse Genivaldo, diretor de esportes da Associação de Moradores.
           Agora só nos resta torcer para que dê tudo certo e ajudar a tomar conta , para que as pessoas possam conservar esta quadra, tão sonhada  pela população do bairro.

video
      Abaixo algumas fotos e vídeo, do dia da inauguração:













sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

BOLETIM BOA NOVA FEVEREIRO 2011

ESCALA DOS GRUPOS DE CÂNTICO MARÇO E ABRIL

INICIO DO TRABALHO DOS INTRODUTORES

          Na última quinta-feira, dia 17/02, na comunidade São Luiz Gonzaga foi dado o ponta-pé inicial para o trabalho dos introdutores das crianças que estão se preparando para receber a 1ª Eucaristia.
          Foi realizada um encontro entre os introdutores Genivaldo, Angela e Luiz Paulo e as 6 crianças e suas famílias, onde foi explicado a todos, sobre o processo de iniciação cristã pela coordenadora da catequese Edilaine, que também esteve presente, junto com as demais catequistas.
           Logo a seguir o grupo passou apara o processo de leitura orante da bíblia. Na sequência teve a leitura de uma mensagem ( Porque ir na igreja?) e logo após feito um momento de espiritualidade.
Foram estipuladas datas, para que as famílias das crianças sejam visitadas pelos grupos de Geb’s da comunidade, cujos representantes estavam presentes na reunião e lançado um desafio para todos, pais, crianças, catequistas e introdutores: visitar um pastoral diferente da sua antes da próxima reunião. Luiz Paulo passou para todos a programação da comunidade.
          Foi dito para as famílias que esses encontros serão constantes, até que as crianças façam a primeira Comunhão e que mesmo depois, eles continuarão sendo acompanhados, até que se engajem no pré-jovens, inclusive todos fizeram o curso para leitores, oferecido pela coordenação da comunidade e já podem ir na liturgia às segundas-feiras, participar com toda a equipe.
           A catequista e coordenadora da catequese Edilaine, disse que está levando muita fé nesse trabalho, porque é muito triste o que acontecia:
- Antes desse processo de iniciação cristã, estávamos preocupados em realizar sacramentos, muitas crianças faziam a primeira comunhão e não apareciam mais na igreja. Tem mãe que só aparecia no dia da primeira comunhão pra tirar foto, sem nunca ter participado nem das celebrações. Estou levando muita fé que de agora em diante essa realidade mude e essas crianças perseverem na fé e na comunidade, acompanhadas por suas famílias.


segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

CONFRATERNIZAÇÃO PAST. FAMILIAR E JOVENS

         No domingo, dia 13/02 as pastorais familiar e da juventude da CEB São Luiz Gonzaga, se confraternizaram no sítio do sindicato dos rodoviários, no KM 7 - Estrada Cotiara-Bananal, encerrando a semana da família, que comemorou o aniversário de 14 anos e 27 anos respectivamente.
         Após a missa na comunidade, saiu um ônibus com membros das duas postorais, para o sítio e ao chegarem foram recebidos por uma equipe que foi antes para preparar toda a recepção.
         Para iniciar as atividades foi feita uma breve ação de graças, quando após a leitura do Evangelho, um dos coordenadores da comunidade, Marcos, falou da importância das pessoas fugirem do caminho mais largo, cheio de facilidades,  que podem levar às drogas, às brigas conjugais, separações etc.
         Sugeriu que sigamos os conselhos de Jesus Cristo e escolhamos o caminho estreito, que é o da participação, da oração e da fé.
         Disse que aquela confraternização, se deve ao fato dessas 2 pastorais terem se empenhado muito durante o ano e é mais do que justo, que comemoremos as vitórias conseguidas em Cristo. Disse também que as portas da comunidade estão abertas para as pessoas que quiserem participar, não só das celebraçoes e missas aos domingos, mas que queiram também participar, na liturgia às segundas feiras, nos grupos de Geb's às terças, no grupo de oração, às quartas, nos Vientinos às quintas ou no estudo bíblico às sextas-feiras.
          Os coordenadores Eliane e Leoni reforçaram o convite, para que as pessoas participem da Pastoral Familiar, nos 2º e 4º domingos de cada mês, às 19 h, e também que os jovens participem do grupo de jovens todo domingo, 19 h.








          Meninos Paulo Vitor e Flávio Henrique, recebem das mãos dos coordenadores Leoni e Eliane, Luiz Paulo e Aparecida um presente por terem colaborado com a Pastoral Familiar, durante o ano, fazendo trabalhos com as outras crianças, enquanto os pais participavam dos encontros.





Muita animação e descontração em um animado churrasco. As pessoas se divertiram com piscina, videoquê, totó, sinuca, futebol etc
A Coordenação da Pastoral Familiar promete que no próximo ano vamos ter novidades(vai bombar), afinal será a comemoração de 15 anos do grupo. Portanto as pessoas que ainda não participam, devem começar já.  Não só pela próxima festa, mas pelos benefícios em termos de relacionamento, de compreensão da Palavra de Deus, do trato com os filhos e pela amizade que as pessoas alcançam, participando desse trabalho.